segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Adoçantes artificiais, doce veneno

Lembra da sensação de água na boca? É a salivação, desencadeada por ver o alimento, sentir o cheiro gostoso de comida, assim como sentir o estômago vazio roncando, bem como colocar alimentos ácidos e picantes na língua (tais como Limão e Pimenta). A salivação prepara o corpo para receber o alimento, conforme já expliquei em postagens anteriores...

Cada vez que se coloca algo doce na boca, há receptores em células da mucosa oral (parte interna da bochecha) que enviam mensagens químicas ao pâncreas para liberar insulina, já que há açúcar chegando. Até mesmo ficar imaginando algo doce na boca já estimula a liberação de Insulina. Quando realmente é um açúcar de verdade (o próprio açúcar de mesa, a sacarose, por exemplo), ele é digerido e libera glicose, que a insulina pega e leva para as células que estão precisando...

Quanto se consome algo com adoçantes artificiais, esses famosos que se vendem em supermercados, há sinalização na boca de que algo doce está indo para o sangue, e há liberação de Insulina. Acontece que não há glicose e o adoçante não é glicose, então não se liga na insulina. Essa insulina que foi liberada sem necessidade não volta para o Pâncreas, ela fica circulando, induzindo a pessoa a comer mais carboidrato doce, principalmente...

Isso implica em desequilíbrio do controle alimentar, mesmo que inconsciente....

Também existem questões mais profundas para serem respondidas, mas que ainda não há artigos científicos para isso:

1. Muitas pessoas apresentam hiper-permeabilidade intestinal (uma verdadeira peneira no intestino, todo esburacado, como um queijo suíço), se houver esses buracos, o quão agressivo e tóxico podem ser essas substâncias quando absorvidas?

2. Microbiota intestinal: centenas de fatores, como excesso de açúcares refinados, gordura trans e estresse (aumenta Cortisol, que altera negativamente a microbiota intestinal) afetam as bactérias intestinais, para o bem ou para o mal. O quanto essas substâncias artificiais e concentradas podem afetar os “bichinhos”?


Qual minha conclusão sobre tudo isso? Mais uma vez, é o homem tentando trapacear a natureza... Não adianta! É insuportável consumir Abacate só com Canela e Whey? Coloque um pouco de mel, o mínimo possível,...

2 comentários:

  1. Eu não me adaptei com nenhum adoçante, e resolvi cortar o mal pela raiz quando tirei o açúcar: ficar sem doce nenhum, e comer chocolate amargo nos dias críticos. Mas vejo muita gente que faz páleo/LCHF caindo de boca em receitas com adoçante, e não vejo vantagem, acho que o paladar fica viciado do mesmo jeito, e ainda tem essa questão da insulina que você cita no post. Conheço uma moça que não está conseguindo emagrecer com páleo/LCHF, mas eu acho que é porque ela faz muitas receitas gostosas com adoçante, e acaba comendo demais, sem perceber.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E uma alimentação paleo não combina com adoçantes... Não sinto necessidade de adoçar nada, as frutas já são doces o suficiente.

      Outra questão interessante é que os degustadores de café recomendam que o café não seja adoçado para não "estragar" o sabor. Na mesma linha, os melhores chocolates do mundo são os com mais cacau e quase nada de açúcar. Ou seja, os degustadores de cafés e chocolates mais requintados apreciam as iguarias sem adoçar.

      Excluir