terça-feira, 13 de agosto de 2013

Dia do Lixo - considerações adicionais

Já postei sobre isso em maio, leia rapidamente antes de continuar: link da postagem.

É interessante ter um dia na semana para deixar um pouco de lado a dieta rotineira? Por vários motivos: sim, é interessante...

Entenda: deixar um pouco de lado não significa comer besteira o dia inteiro...

Até mesmo o fator psicológico ou motivacional faz parte do processo: fica muito mais fácil obter e administrar resultados à longo prazo, sabendo que em alguns momentos "trapacear" faz parte... E também é quase impossível alguém não falhar em uma só refeição durante semanas e meses...

Para quem segue uma dieta para eliminar gordura corporal (emagrecimento), o padrão é definido por praticamente ZERO carboidrato, que à longo prazo afeta a dinâmica hormonal negativamente...

(1) Com o passar dos dias a tendência da Tireoide é fabricar menos T4, assim a Taxa Metabólica Basal diminui em resposta à menor ingestão de carboidrato e menor ingestão calórica (mecanismo de sobrevivência);
(2) a síntese de Grelina aumenta e a de Leptina diminui, o que induz ao aumento de apetite;
(3) não há mais uma grande sensibilidade à Insulina, o que é normal.

Quando há 100% de acerto nas refeições no dia do lixo, essas 3 características mudam totalmente, já que o corpo leva um "choque" e precisa processar os alimentos mais rapidamente do que estava acostumado. Isso é bom, melhoram todos os 3 aspectos que citei acima...

Para quem treina musculação arduamente para hipertrofiar a musculatura, é interessante diminuir a quantidade de proteína, pelo mesmo raciocínio, sensibilizar a síntese proteica...

Só tenha atenção: a qualidade da dieta será diminuída, mas CUIDADO com a quantidade, exageros podem custar bem caro...

COMPLEMENTAÇÃO DO SÉRGIO VELOSO, DO BLOG Fat New World...

Para muitos, a cheat meal (REFEIÇÃO DO LIXO) torna-se um alívio psicológico que permite manter a sanidade mental durante a dieta. Esperam ansiosamente pelo grande dia! Mas na verdade, não é apenas prazer que procuramos aqui, mas sim o restauro de um metabolismo deprimido pela privação energética. Não é sinal de fraqueza, é sinal de inteligência. No entanto, não devemos menosprezar o impacto psicológico de uma dieta demasiado restritiva. A cheat meal é também uma forma de aliviar a ansiedade e stress, factores que influenciam negativamente os resultados que queremos atingir. Somos animais sociais. Conviver com amigos e família é uma parte importante da nossa vida, e as cheat meals são uma oportunidade para isso mesmo.
...
A sensibilidade à leptina é um ponto critico para uma cheat meal bem sucedida. Após uma cheat meal, você deve-se sentir bem, com muita energia, com mais definição e volume musculares, e mais vascularizado. Não cansado, esfomeado e com uma retenção de líquidos que tapa qualquer vislumbre de músculo. Se já está com uma boa composição corporal, se fez uma dieta rigorosa durante alguns dias seguidos, se treina com intensidade, e se o faz regularmente, deve estar mais sensível à leptina. É isto que procuramos: um primer para a cheat meal. Dependendo do ponto de partida, este nível pode levar algumas semanas a atingir. É preciso sensibilidade e experiência para detectar o momento certo, mas é precisamente essa a caracteristica que destaca um excelente treinador e atleta do comum e medíocre. Pode sempre ir por tentativa e erro, atento ao seu estado físico e energético no dia e nas horas seguintes à refeição."

Nenhum comentário:

Postar um comentário