domingo, 8 de setembro de 2013

Praticidade e modificação de hábitos


É difícil quem não me fale a mesma coisa:

"Preciso de algo prático, porque não tenho tempo pra ficar preparando alimentos..."

E quem tem esse tempo?

Claro que é mais saboroso consumir os alimentos ainda quentes, mas nem por isso deixa de ser prazeroso um Ovo frio ou filé-mignon suíno em temperatura ambiente (se tiver Óleo de Oliva extra-virgem junto na marmita, esqueça micro-ondas, senão adeus antioxidantes, seja bem vindo, estresse oxidativo)... 

Fique 24h sem comer, duvido que vá rejeitar a comida fria depois desse período...

Acontece que a maioria das pessoas vêem na comida apenas uma forma de aliviar o estresse, de descontar as frustrações, comem apenas para o estômago parar de roncar, e ainda tem que ser comida quente! 

Poucos se alimentando pensando no objetivo final, seja lá qual for... A partir do momento que o foco estiver no objetivo, e não no calor do alimento fresco, certamente a jornada será menos turbulenta... 

Então, a orientação sobre praticidade enfim pode ser dada:

Pequenos potes de vidro para congelar refeições já preparadas...

Aipim, Batata-salsa (Aipo e Mandioquinha, 3 nomes para a mesma batata), batata-doce: podem ser levadas ao fogo em panela de pressão e serem preparadas para quase uma semana...

Quer mais praticidade do que Atum e Sardinha em lata e Açaí em polpa?

Ovos: porque não fazer uma conserva? Prepare quantos couber na panela...

Abacate: deixe estoque para mais de uma semana, quando começarem a amolecer, armazene no refrigerador, não apodrecerão...

Côco (seco - marrom): compre 2kg, boa parte do peso é só casca, armazene no refrigerador com água e mais a própria água do côco...

Verduras e legumes:

1. Repolho: pode ser ralado para vários dias e armazenados com suco de limão (espremer vários limões e "temperar" o repolho);

2. Brócolis: podem ser adquiridas umas 4-5 bandejas, sendo o conteúdo levado ao fogo para cocção de uma só vez, não se estragará em 5 dias no refrigerador...

Dois exemplos, que podem ser estendidos para outros alimentos...

"Ah! Mas eu não tenho costume de comer Abacate, Atum, Sardinha, Côco, Chocolate Amargo, Brócolis, Couve-flor, Castanhas, Nozes..."

Oras! Está procurando nutricionista para que? Continuar comendo a mesma coisa? Nem perca tempo na consulta então... 

Não se nasce com qualquer costume, isso é adquirido ao longo da vida!

Ninguém nasce lambendo os beiços ao ver pão e açúcar, isso só ocorre porque os pais (sem conhecimento ou por ignorar isso) fazem a criança ter o hábito de comer essas coisas, hábitos que perduram por toda uma vida...

Vai ser uma fase de mudança desse costume, quem procura um Nutricionista deve ter consciência de que se está ali, é para mudar hábitos, experimentar novidades, combinações de alimentos diferentes (ex: Abacate com Sardinha e Limão espremido, hummm, delícia), não dá para continuar comendo "lixo" e melhorar a forma física...

"Ah! Mas eu não gosto disso..."

Experimentou quantas vezes? Da forma que estou lhe dizendo? Bebê costuma rejeitar várias vezes o mesmo alimento antes de começar a gostar...

Um dia eu já detestei Óleo de Oliva extra-virgem, Aipim, Mandioquinha, Kiwi, hoje aprecio demais o sabor deles... Só Manga que me deixa apavorado, não tem jeito de eu gostar dessa fruta. Percebam, de 5 alimentos, apenas 1 realmente não gosto, 4 eu tinha pré-conceitos tolos...

Então, insista!!!!!!!!!!

Aí pergunto: quem me diz que não tem tempo para comprar alimentos, mas está treinando na academia há seis meses sem grandes resultados, custa deixar de treinar um dia da semana para abastecer o estoque de alimentos? Vai prejudicar o treino de que forma? Pois se não há resultados...

3 comentários:

  1. Gostei do post mano. A imagem de background ficou bem melhor também!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado... Sobre a imagem, foi dica de um cliente... kkkk

      Excluir
  2. Otimo post, eu passei por este processo de quebra de paradigmas, fiquei desde os 8 anos, ate março deste ano sem comer verduras,legumes, ortaliças, basicamente comia arroz e batata e carne, mas sempre muita carne, vi que se meu objetivo é meus 10%BF eu precisaria mudar minha alimentação e quebrei esse paradigma mental, hoje como salada e carne, o minimo possível de carboidrato e doces, passei dos 101kg para 78kg, e agora marquei uma nutrologo, para me auxiliar nas alimentação para chegar nos 10%BF que je estou próximo.Quando pela manhã esto correndo na praia vejo muitas pessoas iludidas que o exercicio os salvara, mas eles se enganam que os resultados vem da alimentação, você é o que você come.
    obrigado.

    ResponderExcluir