quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Canela e efeito na sensibilidade à Insulina


No corpo humano, a maioria das reações químicas provém de um comando que geralmente é hormonal...

E a lista de comandantes (hormônios) é grande:

Insulina, Glucagon, Cortisol, Aldosterona, Di-Hidro-Testosterona (DHT), Luteinizante (LH), Tireo-Trófico (TSH), Tri-Iodo-Tirosina (T3), Ácido Retinóico ("vitamina" A), Calcitriol ("vitamina" D), Des-Hidro-Epi-Androsterona (DHEA), Somatotrofina (HGH), Melatonina, Epinefrina (Adrenalina) e mais alguns...

Com a dieta, todos esses hormônios podem ter sua concentração modulada (para o bem ou para o mal) e fornecer comando que podem ser interessantes ou desinteressantes...

Oras, se sua dieta não está adequada para suas necessidades nutricionais momentâneas (o que é totalmente individual), comer errado provavelmente levará ao aumento de gordura corporal, devido ao efeito negativo dos alimentos no funcionamento hormonal..

Então, claro que com a dieta adequada, este funcionamento hormonal também será melhorado, e aí sim um bom comandante pode organizar a situação...

Onde quero chegar? Na Canela e sua relação com a Insulina, e, consequentemente, com os Carboidratos da dieta...

Ser sensível à Insulina proporciona muitos benefícios:

Maior capacidade de metabolizar (processar) os carboidratos da dieta (o que é maravilhoso para fígado e músculo, principais gerenciadores da concentração de glicose e ácidos graxos no sangue);
Mais facilidade para reduzir a gordura corporal e aumentar a massa muscular;
Saciedade aumentada, que aumenta o controle na seleção de alimentos (não há compulsão alimentar);
Redução da pressão arterial e da glicemia, menos retenção hídrica, nível baixo de triglicerídios no sangue, menos inflamação, possível melhoria no perfil de Lipoproteínas (VLDL, LDL, HDL, LPa);

E o que a Canela tem a ver com isso? De onde vem seus benefícios?

Basicamente, dos fitoquímicos naturais da sua composição, uma classe de substâncias chamada "polifenóis", com altíssimo poder antioxidante e ação extremamente específica...

Observe na imagem abaixo como há múltiplas vias (setas indicando) onde os polifenóis da canela (Cinnamon polyphenol) agem otimizando o sistema. Isso ocorre dentro de cada célula, na via metabólica da Insulina...






Os compostos bioativos (polifenóis) da Canela agem dentro de cada célula, aumentando a atividade da enzima que fosforila o receptor de Insulina em Tirosina (Phosphatidylinositol-3-kinase, PI3K) e diminuindo a atividade da enzima que desfosforila (inativa) o receptor...

Traduzindo em miúdos: os antioxidantes da Canela tornam a célula mais sensível à Insulina!!!!!!!! Fantástico!!!!!!

Além desse efeito na ação da Insulina, a Canela tem algumas outras utilidades: retarda um pouco o esvaziamento gástrico, melhora o processo digestivo dos alimentos, tem ação anti-bactericida e anti-fúngica...

A Canela é muito interessante principalmente para quem tem uma vontade persistente de comer doces (tais como a papa-de-açúcar-com-quase-nada-de-cacau que as pessoas insistem em chamar de chocolate), mas também para quem apresenta um estresse oxidativo fora de controle (dores musculares, fadiga constante, indisposição ("falta de energia"), tensão muscular (cãibras, "bruxismo", tremores na musculatura) bem como para auxiliar estrategicamente no processamento de uma refeição rica em carboidratos...

Que maravilha seria se os amantes da musculação (hipertrofia muscular) associassem a amada batata-doce, de quase todas as refeições, com a Canela, seria otimização total do metabolismo de carboidratos...

A dose necessária por dia é baixa e não pode ser ultrapassada, devido à possível toxicidade: entre 1g e 6g (se há necessidade de 6g, preferencialmente precisa ser fracionada).

Mas há exceções: minha refeição pós-treino tem, entre outros alimentos e suplementos, 250g de Banana Orgânica (quase 65g de carboidratos de alto índice glicêmico) e incluo 5g de Canela para auxiliar no processamento da refeição, que naturalmente gera um mega pico de Insulina (nem imaginam o sono que sinto devido à isso)! Por mais que eu tenha uma ótima sensibilidade à insulina, otimizar ainda mais é interessante...

Há dezenas de artigos científicos na literatura comprovando isso. Vou deixar aqui algumas referências, leia pelo menos o resumo dos trabalhos:


Artigo 1

Artigo 2

Artigo 3

Artigo 4

Artigo 5

Artigo 6

Artigo 7

15 comentários:

  1. Opa! Legal hein,bom saber disso,no inicio o ano minha glicemia de jejum estava em 106.. A poucos dias nao estava me sentindo muito legal,e desconfiei que pudesse ser devido a hiperglicemia...ai fiz exames de sangue e urina e estava abaixo do limite,estava em 96..mesmo assim é alto pois cortei arroz branco ,pao branco etc e substitui por alimentos integrais,doces,nao tenho habito de comer,sou do tipo magro de ruim e tento comer bem sempre ..faço musculaçao...talvez a canela seja uma aliada pra baixar um pouco mais essa glicemia..oque vc acha doutor??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pão integral é quase tão ruim quanto o branco. A contração muscular é excepcional para sensibilizar a massa muscular à Insulina. Não é talvez, é certeza: a Canela vai melhorar toda essa questão da Glicemia.

      Excluir
    2. Legal!! Muito obrigado pelo esclarecimento doutor!! Ja vou fazer um pequeno "estoque" de canela aqui em casa,,e o pao,aí ferrou...pois levo sanduiches para o trabalho..onde nao seria nada legal abrir um pote com frango e batata doce mandar ver na "garfada"....

      Excluir
  2. Luiz, primeiro parabéns pelo blog, que fiquei sabendo através do Dr. Souto.
    Em relação a este tópico da canela, gostaria se possível de uma indicação sua, pois é difícil falar com algum profissional que ache possível treinar "só com 50 a 70gr de carbs"
    Estou a 6 meses em lowcarb, perdi 13kg, atualmente tenho 1,83 e peso 90kg, treino pesado natação 3x por semana e intercalo com 2x de musculação em 3 séries de 15. Atualmente tenho treinado em jejum sem nenhum problema e com bastante energia (nado cerca de 2mil metros em 55 minutos e treino 3x 3 grupos musculares por dia em 45 a 60 minutos.) Mas não tenho me alimentado após os treinos e gostaria de saber se posso manter assim ou deveria comer alguma coisa antes do almoço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabe aquele ditado que diz "em time que está ganhando, não se mexe"? Então, vc está reduzindo gordura corporal e refere estar bem com o treino em jejum e sem comer logo após: mudar pq??? continue assim...

      Excluir
    2. Luiz, obrigado pelo retorno, porém faltou algumas informações, estou om 35 anos, mesmo com o treinamento e o lcarb estou no mesmo peso a uns 3 meses. Gostaria de perder 3 quilos e queria sua opnião. Incluo ou não weyprotein ou carbs após os treinos, se positivo, qual seria a dose? O uso da canela é indicado no meu caso?Obrigado

      Excluir
    3. Como o objetivo é reduzir a gordura corporal, é interessante NÃO COMER logo após o treino!

      Atividade física = aumento de catecolaminas, hormônios como Epinefrina (antiga Adrenalina) que estimulam a queima de gordura.

      Em outro momento, pode ser interessante a Whey Protein, visto que a necessidade de proteínas é alta (2g/kg = 180g, que não é fácil de ser atingida com alimentos - vai ter que comer 12 ovos + 500g de carnes não tão gordas - o que é DIFÍCIL, precisa comer muito)...

      A Canela sempre é interessante, pelos seus antioxidantes...

      É interessante partir para um nível mais avançado, passar por uma avaliação de nutricionista (que não siga a pirâmide alimentar... rsrs) para verificar vários detalhes que podem ser melhorados...

      Excluir
    4. Luiz, mais uma vez obrigado pelo retorno. Realmente estou sentindo necessidade de um acompanhamento profissional, visto que a perda de peso está cada dia mais difícil, porém, passo por este problema, a grande maioria nem pode ouvir falar em lowcarb.
      Gostaria de saber se você conhece algum profissional em São Paulo (estou a 150km da capital) com a mesma linha que você utiliza ou se poderíamos fazer isso por outro meio, internet, etc.
      Aproveitando, quando diz não comer nada logo após o treino é continuar treinando em jejum, e depois apenas almoçar ou seria aguardar um certo tempo e fazer a alimentação. Lembrando que sempre treino pela manhã da 7 as 8h em jejum.

      Excluir
    5. Aproveitando, fui dar uma sondada na loja o lado da academia nos preços da wey, e o atendente imediatamente me indicou o BCAA, o que recusei de cara. Mas gostaria da sua opinião, baseado nos meus depoimentos anteriores. Grato

      Excluir
    6. Comer quando o estômago começar a roncar e a sensação de fome começar, seja quanto tempo for após o treino...

      Toda Whey Protein tem bastante BCAA, por isso não indico BCAA...

      Excluir
    7. Luiz! Estou confusa!!! Vc mudou de opiniao, evoluiu, ou mudaram os paradigmas, o que houve? Aqui vc NAO INDICA BCAA, e num outro post seu vc escreve (2014): "Brain Chain Amino Acids (BCAA) correspondem à Isoleucina, Leucina e Valina, "fantástico" trio de aminoácidos essenciais..." To confusaaaa! Heheh. Obrigadao!!!

      Excluir
    8. Depende da avaliação da situação do cliente, Pietra... Eles estimulam sim a liberação de insulina, mas têm ações muito interessante evitar a perda de massa muscular, especialmente DURANTE a atividade física INTENSA... Certamente, há várias coisas que com o passar do tempo, vou interpretando de uma forma diferente... Há coisas que nunca mudam, há coisas que mudam...

      Excluir
  3. Luiz primeiro lugr parabenizar seu blog fantasticoooooo,segundo uma duvida,vi num artigo (perdoe mas naum lembro onde),que a unica canela que causa esses beneficios seria a canela do ceilao,e naum qualquer canela que vende em supermercados,isso procede??
    me ajude a descobrir esse enigma,pois tava taum animado usando,qdo li desanimei.obrigado desde já!!

    ResponderExcluir
  4. Drº Luiz, parabéns em compartilhar conhecimentos de primeira linha. Me desculpe, mais o amigo poderia quantificar a quantidade necessária para consumo(quantas colheres etc...), para uma pessoa que não pode malhar em virtude de uma angina de peito, e só realiza caminhadas para condicionamento cárdio respiratório.Como o amigo falou que pode ser qualquer canela, em resposta a pergunta do Elielson, há algum alimento que em conjunto com a canela potencialize seus efeitos antioxidantes, ou só a ingestão da mesma já é suficiente independente do acompanhamento? Um forte abraço.
    Carlos Magno.

    ResponderExcluir