terça-feira, 15 de outubro de 2013

Individualidade: Insulina


Não defendo a dieta do "fulano" ou do livro X, porque isso não faz o menor sentido, afinal não existe uma dieta aplicável à todo mundo, por mais atrativa que possa parecer teoricamente...

Também não é alguém que nunca lhe viu na vida a pessoa mais indicada à lhe dizer detalhadamente qual é a melhor dieta para seu metabolismo...

Tirar os carboidratos da dieta faz sentido para todo mundo?

Qualquer pessoa terá benefícios por não consumir tubérculos de baixo índice glicêmico (Aipim, Batata-doce, Mandioquinha) e cereais integrais com baixo índice glicêmico (Arroz integral e Aveia)????

Claro que não!

Excluir alimentos modernos, como açúcar, arroz branco/parboilizado, trigo (moderno e industrial = transgênico), refrigerantes:

Desde quando essas "coisas" são comidas?
Desde quando que sua dieta deveria ter esses "lixos"?
Nem era para ter incluído na alimentação!
Nunca!

Desde quando que consumir o leite de outra espécie é saudável? Que ato mais absurdo...

Desde quando que uma cana deve ser moída para isolar seu açúcar? 
A cana foi criada para ser consumida em sua forma integral, com o "bagaço", porque ali está a fibra, que retarda  a absorção da sacarose (carboidrato da cana) para níveis aceitáveis...

Se o Arroz é encontrado integral na natureza, é assim que deve ser consumido, sem refinamento...

Alimento integral fonte de carboidrato (que não seja trigo) não é algo maléfico, se consumido moderadamente, com inteligência...

Duvido que alguém ganhe gordura corporal consumindo diariamente bons carboidratos, com baixo índice glicêmico, como Aipim, Aveia e Maçã...

A fibra está ali para isso, fazer com que o carboidrato seja absorvido no momento certo... Além de servir também para alimentar a microbiota intestinal.

Se digo que duvido que possam causar o ganho, é porque sei que pode haver um efeito oposto!

O estudo Sensibilidade à Insulina determina a eficiência da composição dietética (macronutrientes) em mulheres obesas, para perda de peso constatou algo muito interessante. Leia o resumo do artigo e depois observe o gráfico abaixo:

IS=Sensível à Insulina; IR=Resistente à Insulina;
HC/LF=muito carboidrato/pouca gordura;
LC/HF=pouco carboidrato/muita gordura.

Observe o grupo Sensível à Insulina: quem reduziu mais a gordura? HC/LF...

E no grupo Resistente à Insulina? O resultado oposto, LC/HF.





Este estudo, ainda mais famoso, comparou o efeito metabólico de 4 dietas: Atkins, Ornish, Tradicional, Zone. Observe o gráfico abaixo:





Mesmo resultado do estudo anterior: a sensibilidade à insulina é determinante no sucesso da redução de peso! Quem era mais resistente à insulina tinha muito mais benefícios em uma dieta com poucos carboidratos, e só

Quem não tem resistência à insulina precisa ficar nervoso quando come uma porção não-exagerada de Aipim (carboidrato de baixo índice glicêmico)?

Então, para quem excluiu o carboidrato da dieta e focou mais em gordura e mesmo assim ainda não conseguiu reduzir o peso, a resposta pode ser esta: não há resistência à insulina, neste contexto, "low-carb" não é a solução...

E para saber, basta fazer um exame de sangue (Insulina de Jejum). Complementando, Cromo sérico (indispensável na ação da Insulina em cada célula) e Glicemia de Jejum (para efeito da eficiência da Insulina) para avaliar a eficiência da Insulina. Isso porque pode haver uma Insulina de 5 para uma glicemia de 120, o que também não é bom, pode significar uma falência das células beta-pancreáticas (produtoras de Insulina).

Valores ideais equivalem à: Insulina menor que 5mUI/L, Glicemia menor que 80mg/dl, Cromo sérico maior que 3mcg/L. 

Se seus exames derem assim bons, não trave sua redução de gordura corporal, use a Insulina ao seu favor...

Porém, quando digo que não precisa restringir, não significa que é para extrapolar. Se há 3 macronutrientes, é fácil entender que equilíbrio significa 33,3% de energia para cada um...

Com isso, sua dieta estará muito mais individualizada, adaptada para seu metabolismo, situação hormonal...

19 comentários:

  1. Ótimo texto! Bem explicado. Encaixou bem com minha situação.
    E que eu continue com a vantagem de não ter fome que a dieta Low Carb me proporcionou....adorei poder escolher o quanto comer!

    ResponderExcluir
  2. Ótimo texto,
    Tenho uma dúvida! No trecho
    '
    Se há 3 macronutrientes, é fácil entender que equilíbrio significa 33,3% de energia para cada um...
    '
    Significa que essa proporção deve ser feita usando como referencia as calorias?
    Vi um post anterior seu falando exclusivamente do chocolate e quando você cita gorduras boas sempre fala de abacate e de chocolate meio amargo acima de 70% de cacau. Esse chocolate não seria um produto refinado também? Oque ele difere dos "alimentos modernos" citados no post?

    Gostaria de saber se você poderia falar mais de treinos ou sugerir blogs sérios sobre esse tema, pois estou em busca do emagrecimento agora.

    Conheci seu blog a um mês e desde então sou um leitor diário dele, desde então comecei a comer com mais consciência.
    Obrigado pelas postagens sérias e parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, baseando-se em calorias, mas apenas para se ter noção de um equilíbrio, um pouco de cada coisa...

      Se você se aventurar pela história do chocolate, notará que era bebida da realeza, lá pela Idade Média, e sempre foi amargo, afinal açúcares não eram "coisas" utilizadas...
      A refinação que ocorre é a adição de açúcar, quanto menos açúcar, menos refinado é. Chocolate sem doce algum é intragável pelo forte sabor do cacau. Então, quanto menos açúcar, menos moderno ele é!

      Sobre treinos, nesta postagem
      http://luizsergio-nutricionista.blogspot.com.br/2013/07/taxa-metabolica-basal-vs.html
      abordo alguma coisa e passo alguns links muito interessantes...

      Excluir
  3. Olá novamente...
    Estava relendo e refletindo sobre sua postagem e me surgiu outra dúvida no trecho:
    '
    Desde quando que consumir o leite de outra espécie é saudável? Que ato mais absurdo...
    '

    Bom ... durante minhas aventuras nutricionais a aproximadamente 3 meses atrás resolvi fazer uma dieta vegana de 1 semana. Nesse curto período não senti falta de carne, porém, tive dificuldades em substituir o leite. Gostaria de saber qual tipo de leite vegetal seria adequado se tomar para manter uma alimentação saudável, quando falamos de proteínas e para, por exemplo, fazer vitimas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entendo sua dúvida, só que não há necessidade alguma de incluir um leite vegetal (de castanhas, amêndoas, aveia). Proteína vegetal tem baixo valor biológico e biodisponibilidade baixa, não são tão boas quanto as de fontes animais."Vitaminas" de frutas não são sinônimo de saúde. Há formas infinitamente superiores de preparar uma "batida", por exemplo, misturando Abacate (pouca frutose, muita gordura) com Whey Protein e Canela em pó...

      Excluir
    2. Obrigado, vou provar essa mistura.

      Excluir
  4. Gosto bastante e tive bastante resultado em pouco tempo com LC, entao acho que me encontro no grupo IR.

    Aproveitando esta questao do chocolate amargo, qual seria a melhor hora pra comer? Logo depois de uma refeicao ou "isolado"?

    ResponderExcluir
  5. Olá Luiz, quando você diz que é errado isolar o açucar da cana pois no bagaço está a fibra, que retarda a absorção da sacarose para níveis aceitáveis.
    Ai me ocorreu uma dúvida, vamos supor que queremos tomar um sorvete ou outro doce qualquer (muito açucar), se tomarmos junto algum alimento rico em fibras, elas teriam algum efeito sobre a absorção do açucar desse doce ou não? Obrigado.

    ResponderExcluir
  6. Fiquei em dúvida Luiz, no início da dieta low carb fiz exames e minha insulina deu <3mg e a glicemia não lembro mas acho que ficou entre 80 e 90mg não mensurei cromo, isto tem um significado ruim?

    ResponderExcluir
  7. Grata, achei que poderia ser um sinal ruim..posso ficar tranquila...

    ResponderExcluir
  8. Luiz, você tem algum texto ou link para me indicar, falando que o arroz integral é melhor que o parboilizado? Não é para mim, é pra uma amiga, que insiste que o parboilizado é melhor (por causa dessa celeuma agora em torno do AR). Já falei pra ela que o integral é melhor por causa das fibras e minerais (inclusive ele tem mais AR, se for o caso), e que o IG dele é mais baixo, mas esse povo que segue páleo é doutrinado e meio cego.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho não, infelizmente... Teimosia é mato, já vejo como um absurdo comer banana verde (sendo que há outras formas de aumentar os prebióticos sem que isso seja uma tortura, senão daqui a pouco vamos voltar à não usar mais fogo e comer tudo cru) e agora vem essa de achar que arroz refinado (parboilizado) é superior ao Integral...

      Excluir
    2. Eu encontrei esse aqui, que fala que o arroz integral tem mais AR que os outros (é óbvio), mas ainda assim ficam falando mal dele. Pois é, ainda tem isso da banana verde, um troço horrível, sem sabor, que trava na boca; e ainda falam que temos que comer duas por dia (sendo que existem outras opções de AR muito mais palatáveis). Já tentei falar da batata yacón, mas eles nem se dão ao trabalho de ler. Eu ando cansada do radicalismo e cegueira desse "mundo paleo".

      http://www.sbpcnet.org.br/livro/57ra/programas/senior/RESUMOS/resumo_1109.html

      Excluir
    3. Com certeza, era óbvio... Deixa eles, são teimosos e julgam que a ÚNICA verdade está contida naquele blog...

      Excluir