domingo, 6 de outubro de 2013

Maltodextrina e Dextrose: doce veneno


Quem treina sério, pesado, buscando construir uma massa muscular mais avantajada, provavelmente entende que Maltodextrina, Dextrose e os hipercalóricos (mistura Maltodextrina 80% com Whey 20%) são ótimos suplementos (tá querendo virar moda o Waxy Maize, mas não se iluda, é a indústria querendo faturar à custa da ignorância alheia)...

E são? Ao meu modo de ver, e explico porque, claro que não!

São iguais à refrigerantes: calorias vazias, carboidrato puro, sem nada agregado!

Tem diferença entre tomar uma latinha de refrigerante comum e consumir 2 colheres de sopa de Maltodextrina?

Claro que não!

Ah, mas o refrigerante tem corante, tem aromatizante, tem acidulante, tem isso, tem aquilo!

E a malto? Tem nada, quem sabe...

Porque vos digo que após o treino de hipertrofia muscular é para consumir comida de verdade?

Oras, comida de verdade não é fonte de caloria vazia!

Na banana e nas raízes integrais (mandioquinha, batata-doce, aipim), além de carboidrato, tem vitaminas do complexo B, Cromo e Magnésio, MICROnutrientes INDISPENSÁVEIS para processar adequadamente a carga de carboidrato consumida após o treino!

Ah! Mas aí é só tomar um polivitamínico que fica tudo certo! Tem certeza? 

Ao misturar B1 e B2 na cápsula (as duas são necessárias para processar carboidratos), a B1 se oxida e perde efeito! E aí, cadê o efeito esperado? Será placebo, come engolir areia/farinha...

Leia esta postagem sobre isso aqui e depois esta aqui.

Então, esqueça esses suplementos, porque não são interessantes nesse contexto!!!

Um comentário:

  1. A mídia em prol do capitalismo, suplementos tudo lixo......

    ResponderExcluir