terça-feira, 28 de maio de 2013

Estimulando ainda mais a “queima de gordura”...

Quem faz acompanhamento nutricional comigo para reduzir gordura corporal (emagrecer), sabe que reduzo ao mínimo possível o carboidrato da dieta, praticamente o retiro da alimentação...

Com isso, "obrigo" o corpo a utilizar como energia algo que 99,99% das pessoas fizeram com que ele esquecesse como fazer: utilizar gordura como energia...

Os esquimós (polo norte) tem sua dieta à base de gorduras, e a incidência de doenças cardiovasculares neles são baixíssimas. Pesquise na internet e encontrarás informação sobre isso. Há dezenas de artigos científicos sobre isso, mas fizeram uma lavagem cerebral na mente das pessoas, que levou-as a trocar gordura por carboidrato...

E, lógico que se você não come gordura, seu corpo não sabe utilizar gordura como energia... 

Aí ela se acumula em todos os lugares, inclusive nas artérias... Isso mesmo!

Quantas pessoas você conhece que tem aversão por gordura? Quando querem perder peso, a primeira coisa que fazem é tirar gordura da dieta... Já começam errado...

Aí só comem barrinha de cereal, torrada, “pãozinho integral”, fruta, suco... Só carboidrato, justo essa PRAGA que não mata a fome...

Cadê a proteína, para evitar flacidez? Cadê a gordura, para manter a pele bonita?

Já deu para entender que estou focando em gordura, certo?

Fazer o corpo utilizar gordura como energia, a cada segundo...

E qual o melhor horário para gastar ainda mais gordura? Atividade física aeróbica (Aerobiose) em jejum, logo ao acordar... Nada muito complicado, envolve uma caminhada rápida alternada com um leve trote de corrida...

Mesmo quem não consome carboidrato, que consequentemente terá mais gordura na dieta, ao acordar, não terá muita gordura circulando no sangue...

Então chegue à uma conclusão comigo, se o corpo está acostumado a usar gordura como energia, irá tirar energia de onde nesse momento? De onde está acostumado a tirar, das suas reservas de gordura...

Mas não se empolgue demais, isso não significa que de uma hora para outra você se livrará da indesejada gordura abdominal, afinal, quanto tempo se levou para a adquirir?

Mas com seis meses de dedicação, certamente já será possível observar grandes mudanças, uma boa redução de gordura corporal...

E claro que tenho que prescrever uma fórmula termogênica e antioxidante, além de BCAA, para ser ingerida antes e durante essa Aerobiose em jejum! Sem a suplementação, é melhor nem sair de casa...

E qual o objetivo dessa suplementação?

1. Estimular o Sistema Nervoso Central, como mostram as imagens abaixo. Os nomes com seta indicando pontos na imagem são os compostos químicos, presentes em alimentos e plantas, que induzirão e ampliarão o estímulo à queima de gordura... 



Em doses efetivas, claro! 50mg de Cafeína Anidra jamais terá efeito interessante, por exemplo...

2. Dentro de cada célula, estimular a Lipólise (quebra de gordura para ser "oxidada" e gerar energia, calor). Brown fat cell = célula adiposa marrom.


3. Inibir o uso da proteína (massa muscular) como energia.

E a última imagem mostra porque no frio os resultados são mais interessantes...

Observe a palavra "Cold" à esquerda, na primeira caixa em cima. Aliada ao exercício, leva à estimulação simpática, ou seja, Sistema Nervoso Autônomo.
Consequentemente, haverá um estímulo ao ativador de PPAR (que é PGC1a, que é o segundo no meio da imagem), que aumentará a captação de Ácidos Graxos (gordura) para ser utilizada como energia (beta-oxidação), levando à uma Termogênese Adaptativa (a terceira palavra no meio), que é o resultado final e esperado...


Agora, vou traduzir do grego para o português tudo isso que você leu e aplicar na prática:

Quanto mais frio estiver o ambiente que você realizar a aerobiose em jejum (sem muita roupa, para não esquentar, então é bermuda e camiseta), você estará obrigando seu corpo a gerar energia (calor). Com isso, o corpo precisa equilibrar a temperatura novamente (isso é ação termogênica)...

Todavia, mais importante do que esse efeito devido ao frio, é a necessidade de haver energia para essa atividade que, como já falei, tem intenção de induzir o corpo a utilizar ainda mais gordura como energia, ampliando o efeito termogênico do frio...

Assim, juntando aerobiose em jejum no frio + suplementação termogênica + antioxidantes + BCAA = lipólise induzida e aumentada, ou seja, queima de gordura para estabilizar a temperatura e suprir a necessidade de energia para a aerobiose de jejum...

"Ah! Mas aí tenho que acordar muito cedo, 5h, 6h, e no frio ainda... Você só pode ser louco..."

Se você treina sério em uma academia que não tem ar-condicionado, sabe que no inverno só os primeiros momentos do treino é que são complicados, depois de uns 10 minutos, o corpo já se aquece!

Na rua, em vez de 10 minutos, demorará quanto tempo? Lembrando que é baixa intensidade (não é pra sair correndo), quem sabe leva 30 minutos? Pense a longo prazo, quanta gordura será utilizada 3o minutos por dia, durante 180 dias (seis meses)... São 54o minutos... 

Bom, cada um tem seus objetivos, esta é mais uma alternativa para quem quer muito resultado, está desesperado, quer definitivamente ficar em forma...

E, cá entre nós, é um bom preço a se pagar por todos os anos de exageros de carboidratos que fazem qualquer abdômen definido ficar irreconhecível...

Mas, depois de meses se dedicando, olhar no espelho e notar que a capa de gordura no abdômen foi-se embora e observar a musculatura abdominal... Não tem preço!!!

Essa é a minha verdade, uma opinião para ajudar a eliminar alguns quilos de gordura no inverno e chegar mais “seco” no verão...

Tudo isso aliado à uma dieta sem carboidrato...

Ressalto que não é para sair por aí sem avaliar sua condição antes, não faça besteira para se arrepender depois...

Para começar, é necessário ter supervisão de um profissional de educação física, que te orientará quanto a como executar essa atividade...

E também é necessário avaliar seu estado de saúde, avaliar exames de sangue (existem centenas de exames, não pense que ver o açúcar no sangue e colesterol + triglicerídios bastam para isso), pressão arterial, entre outros...

Pensando segundo a Nutrição Funcional, é necessário avaliar o estado nutricional de vitaminas e minerais, assim como a resposta antioxidante e imunológica, além do status hepático de destoxificação, e, para seu próprio bem, aconselho não brincar com isso...

Atividade aeróbica em jejum é extremamente controversa e envolve vários aspectos que precisam ser analisados por profissionais competentes, mas funciona, pergunte para algum fisiculturista, certamente eles te dirão o resultado de se esforçar nisso... 

Se muita informação te deixou atordoado, é porque não posso deixar de ser detalhista, afinal é isso que me caracteriza... Lembro que no primeiro semestre da graduação, em 2008, um professor afirmou que não posso lecionar (dar aula), porque “vou querer entrar na núcleo da célula para explicar todo o mecanismo de ação”, o que deixaria os alunos “boiando”, sem entender meu raciocínio... Claro que considerei isso um elogio! Então, deleitem-se com os detalhes, isso faz toda a diferença... Releia toda esta publicação, ficará bem mais clara em sua mente...

segunda-feira, 27 de maio de 2013

“Não feche sua boca, abra sua mente...”*

Assim que ouvi isso, logo tive um “tiuti”, uma idéia de postar um artigo sobre isso, afinal de contas, quem nunca teve atitudes baseadas no “achismo”? Eu já tive, então sei como é...

Claro, uma “dica” do primo da cunhada do amigo da vizinha, um fórum de musculação e/ou nutrição na internet certamente são a verdade absoluta, fruto de uma especialização, de centenas de horas de estudo e pesquisa no assunto...

Mas o que mais me espanta é ver pessoas estudadas, com nível superior, agirem dessa forma... As vezes tenho vontade de dar um “sacode” nessa pessoa: falar um besteira na área dela só para ver ela me corrigir, dai faço o link com a besteira que ela falou relacionada à nutrição e mostro-lhe que não é assim que se deve pensar...

Exemplo: falar para um engenheiro civil que baseio o projeto do meu prédio de 10 andares em um site de dicas de engenharia... Creio que o tal engenheiro me criticará muito, dirá que tem inúmeros aspectos envolvidos em uma empreitada, que não é assim que se constróe, é necessário analisar o tipo de solo, etc. Não entendo nada disso, só estou dando um exemplo.

Aí te pergunto: como queres construir seu corpo, seus músculos? Baseado no mesmo achismo que exemplifiquei em relação ao prédio?

Suplementação ergogênica de pré-treino, em vez de te ajudar, pode te atrapalhar, já que pelo efeito da Cafeína no Sistema Nervoso Central, a pessoa pode se empolgar e se lesionar...

Suplementação termogênica durante o treino, outro exemplo, não é interessante, a própria atividade física já é termogênica, é mais interessante consumir em outros horários...

Então, quando passa alguma reportagem na TV falando sobre determinado alimento ou suplemento, as lojas de produtos naturais e farmácias de manipulação esvaziam seus estoques em questão de horas...

Programa de TV não é consulta nutricional, é orientação geral...

Se você ouviu que a recomendação é 1 Castanha do Brasil (Pará), não significa que isso é suficiente, pode até ser veneno para você, se a sua individualidade bioquímica for caracterizada por armazenar muito Selênio ...

Ainda, dependendo da sua situação de Selênio, 10 Castanhas por dia podem nem “fazer cosquinha”, de tão baixa que está a concentração no sangue...

Semanas atrás, foi a vez do Goji Berry: não adianta consumir “Goji Berry” só um mês e depois parar... Tomar pensando que em 30 dias os problemas serão solucionados sem levar em conta que pode-se demorar anos para chegar onde se está... Não é assim que funciona...

Aí uma fruta baratíssima, como Acerola, que tem centenas de compostos antioxidantes, como a vitamina C e o fitoquímico Antocianina, deixa de ser consumida para se gastar horrores de $$$$$ com Goji Berry...

É necessário uma R-E-E-D-U-C-A-Ç-Ã-O A-L-I-M-E-N-T-A-R, mudar atitudes para o resto da vida...

As vezes até se consegue emagrecer sem o apoio de um profissional, mas manter o peso por toda a vida, sem perder massa muscular junto? É raro, se ganha mais flacidez do que saúde, infelizmente...

Muitos costumam ingerir uma dose de um polivitamínico de A a Z, gastam até 90 reais em um produto que não é bom... Porque a razão molar é péssima, a proporção entre os nutrientes não é adequada e os minerais estão na forma inorgânica, que não é bem aproveitada pelo organismo e ainda pode provocar náusea...

Então, procure um profissional que costume agir como aqueles médicos de antigamente, que perguntava tudo: e a mãe, como vai? Tá tudo bem com o cachorro? Tá indo bem na aula, tirando notas boas?

Curiosidade da minha parte perguntar estas coisas? Não.

Mas eu preciso saber que tipo de parto você nasceu, se a amamentação foi adequada, como era sua saúde na infância, se houve alergias, enfim...

Atualmente isso quase não acontece mais, o paciente/cliente nem esquentou a cadeira e já terminou a consulta, 15-20 minutos, quando muitas vezes nem foi evidenciada todos os problemas, quem dera suas causas...

É que muitas vezes um detalhe insignificante pode indicar o que está acontecendo...

Lembro de uma pessoa que atendi que teve um trauma grande na vida e, após isso, desenvolveu uma azia intensa diariamente, além de uma flatulência absurda (produção excessiva de gases intestinais, o famoso “pum”), a ponto de ter que largar faculdade, emprego, vida social... Me procurou querendo ganhar massa muscular, e nunca imaginou a ligação entre os fatos... E aí, nenhuma relação há entre trauma e azia + flatulência? Claro que há!!! Quando o estresse aumenta, o corpo desvia os nutrientes para combater o estresse, aí o Zinco teve que ser deslocado do estômago para fazer parte da enzima antioxidante Super-oxido-dismutase. Foi só adequar isso e já houve melhorias...

Outro exemplo: fezes excessivamente volumosas ou mole demais indicam má absorção... Aí você está caprichando para consumir bastante proteína e “manda tudo embora” nas fezes? Coitado do músculo, nem sentirá “o cheiro” da proteína...

Então, considere e respeite sua individualidade bioquímica, dê ao seu corpo aquilo que ele precisa...

*Créditos do título cabem ao nutricionista Ney Felipe Fernandes, de Curitiba.
Recomendações: baseadas em quê?

Nada há de tão bom nos CARBOIDRATOS, é impressionante como uma equipe de "profissionais" pode recomendar que se consuma 6 porções diárias...

E a intenção deles deu certo, criaram uma epidemia de obesidade!!!

Deve ser porque o carboidrato é algo essencial para o corpo humano...

Opa! Acabei de lembrar, não é essencial...

Existem Ácidos Graxos essenciais (como Ômega-3)...

Aminoácidos essenciais (como Arginina e Triptofano)...

E Carboidrato essencial... NÃO EXISTE!

Então o homem deve parar de se entupir dessa verdadeira PRAGA que leva à Síndrome Metabólica (Resistência à Insulina), Doenças Cardiovasculares (Infarto Agudo do Miocárdio, Acidente Vascular Cerebral-derrame), Alzheimer, Parkinson, piora sintomas no Autismo...

“Ah, mas antes da atividade física o carboidrato é essencial, sempre recebi essa recomendação...”

Podemos muito bem treinar arduamente sem carboidrato, nosso corpo consegue eficientemente utilizar ácidos graxos (gordura) em um processo chamada beta-oxidação, além de converter gordura em carboidrato, um processo chamado neoglicogênse (neo = nova, glico = glicose, gênese = origem, ou seja, nova origem da glicose), SE PRECISAR...

domingo, 26 de maio de 2013


Assista esse vídeo interessante:
Nutricionista quebrando mitos

Já que contraria todas as recomendações nutricionais sem embasamento científico que ensinam na graduação em nutrição...

É deprimente, a pessoa passar 4 anos em uma faculdade e, ao sair, descobrir que quase tudo que "ensinam" está errado...

E, claro, os universitários acreditam em tudo, não questionam, não vão atrás de artigos, acham que o professor diz aquilo que é verdadeiro...

Começando pelo fato de que se recomenda 50% das calorias como carboidrato. Isso é ridículo, nosso corpo produz carboidrato, isso se chama NEO-GLICO-GÊNESE...

Diretriz de sociedade de cardiologia recomendando diminuição da ingestão de colesterol? Embasamento científico, onde há nisso? O fígado responde por 80% da produção de colesterol, e consumir colesterol praticamente não interfere no colesterol circulante...

quarta-feira, 22 de maio de 2013


Litíase Renal, reduza os riscos

Traduzindo: pedra nos rins...

Já ouvi de mulheres que sofreram com isso que a dor é mais forte do que dar à luz um filho...

E para evitar isso, a resposta é simples: água!

Capriche no consumo de água...

Como já citei em algum post, são 35ml de água para cada quilo de peso corporal... Por exemplo, quem pesa 70kg deve beber, NO MÍNIMO, 2450ml, quase 2 litros e meio...

E essa quantidade é ao longo de 24h, não adianta beber tudo até 16h e ficar sem tomar  mais até 23:59h...

O rim é um filtro, quanto mais concentrado estiver o sangue que passar por ele, maior é a probabilidade de acumular substâncias indesejadas...

A imagem abaixo permite você ter noção da sua situação:




O ideal é que esteja quase transparente, assim como a água. Quanto mais escura, pior...

terça-feira, 21 de maio de 2013

Conteúdos excelentes para serem aprofundados

2 indicações, acessem e preparem seus neurônios, porque senão eles "fritam" de tanta informação:

Dieta com baixo teor de carboidratos e dieta paleolítica

O novo mundo das gorduras

Tem muita informação de qualidade, e certamente fará muitas pessoas repensarem sua alimentação...

Dezenas de idéias das quais sou adepto constam nesse blog...

sexta-feira, 17 de maio de 2013

Não tem tempo para comer de 3 em 3 horas? Coma de 6 em 6...

Acredito que todos já ouviram falar que a desculpa do aleijado é a muleta...

“Ah! Luiz, mas eu não consigo emagrecer, porque não tenho tempo para comer de 3 em 3 horas! Não dá para melhorar minha dieta, trabalho o dia inteiro, depois tenho aula na faculdade, só depois da aula vou pra academia..."

É por isso que você precisa do meu apoio profissional...

Para começar, não precisa ser de 3 em 3 horas: posso programar seu Desjejum para às 7h, sendo sua próxima refeição às 13h, ou seja, 6 horas de intervalo. Cinco horas depois, às 18h, com uma ótima refeição, podes treinar depois da aula na faculdade às 22h e comer quando chegar em casa 23h, cinco horas depois...

Então, os horários das refeições seriam: 7h, 13h, 18h e 23h, totalizando 4 refeições ao dia...

Parece impossível, até o momento que eu te orientar e você colocar em prática, aí você vê o resultado e se empolga...

É possível realizar essa proeza graças à ausência de carboidrato, esse é o “x” da questão...

Já passei por isso, trabalho, depois aula, depois academia, e nem por isso deixei de obter resultados..

Agora, como já falei no artigo anterior, não coloque a culpa nos outros (falta de tempo para comer), aceite a verdade, que é medo de mudar, de experimentar novidades... Sair da zona de conforto é ótimo para reconhecermos nossas falhas...

Quando você aceitar essa verdade e adequar totalmente sua alimentação e suplementação para seu organismo e sua rotina, terás muito mais resultado, certamente pensarás porque não mudasse sua atitude antes...

terça-feira, 14 de maio de 2013

Melhore sua imunidade...

Quanto tempo faz que você não precisa de antibiótico + anti-inflamatório?

Passar metade do inverno gripado é normal para você?

É só pegar uma chuva com vento sul que no dia seguinte a dor de garganta já começa?

Tem outras problemas constantes com o sistema imunológico, sofre com a síndrome das “ites”, por exemplo? É: sai de uma Rinite, vem uma Amigdalite, depois é Otite, aí logo na sequência é a Cistite, e para acabar com tudo chega a gastrite, logo volta a rinite?

Percebes que nunca sai desse ciclo vicioso?



Como fica seu organismo com isso?

É, você está mal...

E ainda quer emagrecer sem fortalecer o sistema imunológico?

Não vou dar explicações científicas para isso, até para não estender muito esse artigo, de uma maneira simples darei alguns exemplos:

As proteínas estão presentes em 99,99% das células: se você consome pouca proteína e seu corpo precisa produzir uma nova proteína na sua medula óssea, aquele suplemento de Colágeno (que é proteína) que você toma para melhorar sua pele irá para onde, na medula óssea ou na pele? Medula óssea.

Se seu sistema imunológico está todo prejudicado porque você está caminhando/correndo 30 minutos na avenida perto da sua casa para emagrecer, sendo que seu corpo não está preparado para isso, qual será a prioridade do seu organismo: fortalecer o sistema imunológico ou fazer com que você emagreça?

Observe essa teia, minha ferramenta de trabalho (clique nas imagens para aumenta-las):



Talvez esta fique mais fácil de entender:





Vou dizer quem você é baseado nessa teia: todos os 8 elementos se interligam e se cruzam num único ponto, exatamente no meio da imagem, que é seu estado de saúde atual... 

Acompanhe na teia esse exemplo:

seus problemas resultam de uma desequilíbrio nutricional (deficiência de magnésio), que diminuirá motilidade intestinal ("trancando" o intestino)...

assim as toxinas demoram para ser eliminadas (alterações gastro-intestinais)...

facilitando que elas sejam re-absorvidas, exigindo ainda mais do seu fígado (problemas de destoxificação)...

que causará um estresse oxidativo (aumento de toxina circulando)...

que excitará seu sistema imunológico (já que toxinas causam inflamação)...

que afetará sua produção hormonal tireoidiana (alterações neuro-endócrinas)...

e te deixará muitíssimo estressado (interação corpo-mente)...

e por fim afetará sua estrutura física, causando uma diminuição do tônus muscular, causando flacidez (desequilíbrio estrutural)...

Então, se há um elemento desequilibrado, tudo cai, igual efeito dominó...

Interessante, concordam? Isso não te faz pensar sobre aquela irritabilidade que você tem? Será que não é algum ponto errado dessa teia?

Ou o funcionamento lento da tireóide (hipotireoidismo), será que não é interferência de toxina?

E a TPM, é normal? Claro que não, tem algo errado, pensando nessa teia...

Então é necessário adequar todo esse sistema... a princípio, como o tema de hoje é sistema imunológico, aposte nessas "dicas":

  • Alho crú (1 dente grande picado e misturado com a comida) ou, se não puder, cápsulas de Óleo de Alho, em torno de 1g/dia, fracionada com as refeições...


  • Óleo de côco extra-virgem: até 3 colheres de sopa por dia, ou, caso não suporte o gosto, até 30 cápsulas por dia (bem mais fácil em colher, sim?)


  • Alecrim, Orégano, Hortelã, Gengibre, Açafrão-da-terra (Cúrcuma), Cranberry, Cebola crua (como “salada”)
  • Brássicas (Brócolis, Couve, Couve-flor, Repolho)...
  • Sementes: Linhaça, Gergelim, Abóbora, Mamão
  • Suplementação de L-Glutamina (um aminoácido não-essencial), de 5 gramas até 10 gramas por dia. 
  • Dá para acrescentar uns 10 dentes de Alho crus na garrafa de Óleo de Oliva extra-virgem, associado com Alecrim ou Orégano ou Hortelã, para não ficar muito misturado os sabores...

Que eu lembre agora, são esses, se eu lembrar algo mais, atualizo depois...

...

Então, talvez só quando ficar velhinho, como a imagem abaixo, ou talvez nunca mais, dependendo da sua dedicação e da resposta do seu organismo, você passará por isso:


domingo, 12 de maio de 2013


“Dia do lixo”

Bom, essa dúvida sempre permanece na mente das pessoas: preciso seguir essa dieta todos os dias da semana? Até nos fins de semana?

E lá vai a resposta, que parece nunca responder nada, mas que é a mais pura verdade: depende...

Poxa, tudo depende?

Sim, do contexto do momento, do seu estado nutricional (deficiência, adequação ou excesso de nutrientes), periodização do treinamento esportivo, da sua meta...

Agora, qual é sua meta? Você quer chegar ao seu objetivo em quanto tempo? 1 semana? 1 mês? 2 meses? 1 ano? 

Se você me disser que quer emagrecer 2kg em 1 mês, não tenho dúvida: o “dia do lixo” não estará nesse mês... Agora, se é uma meta de longo prazo, como 20kg em 1 ano, relaxar nesse dia pode ser interessante para melhorar o foco...

Porém, a definição de “lixo” não significa que é qualquer “coisa” que você irá ingerir. 

Dependendo da combinação de alimentos, seu “dia do lixo” sairá muito caro:

você poderá ter uma crise de diarréia (afetando assim toda a microbiota intestinal, o que é péssimo) ou até mesmo uma sensação desagradável de “peso”  na barriga que te dará uma baita insônia. Aí na segunda você acorda de ressaca, já não segue a dieta corretamente nem vai treinar, e esse estresse já aumenta a produção de Cortisol na glândula supra-renal (que engorda, diga-se de passagem), atrapalhando totalmente sua vida...

É, “a coisa ficou feia”...

Então, planejamento e bom senso são importantíssimos para que a meta seja alcançada...