sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

Aminoácidos de Cadeia Ramificada (ACR): 2 cápsulas antes e depois do treino?


Brain Chain Amino Acids (BCAA) correspondem à Isoleucina, Leucina e Valina, "fantástico" trio de aminoácidos essenciais...

A literatura científica é extensa tratando-se deles, porém minha dinâmica de trabalho 
não se baseia em ficar pesquisando horas e horas por artigos científicos que tragam mais e mais detalhes, mas é direcionada para a parte mais prazerosa de tudo, que é transformar conhecimento em prescrição para proporcionar ao cliente aquilo o resultado pelo qual ele me procurou...

Então, direto ao ponto, sem enrolação:

Ao contrário dos outros aminoácidos, que são metabolizados pelas transaminases (enzimas que ficam tirando ou colocando Nitrogênio nos aminoácidos) no fígado assim que absorvidos, os BCAAs são metabolizados diretamente na musculatura esquelética (quadríceps femoral, glúteo máximo, peitoral maior, bíceps braquial, deltóide e por aí vai), o que permite que o músculo usufrua dos benefícios destes aminoácidos, caso haja necessidade, claro!

Leucina e Isoleucina possuem a capacidade de estimular a liberação de Insulina exatamente como se fosse Glicose, porém isto não é um problema, visto que a quantidade ingerida diariamente (gramas) nem se compara com o excesso de glicose ingerido por quem não sabe que o carboidrato é o vilão que "engorda", sem falar que a necessidade muscular vai consumir tudo (se a dose for adequada, óbvio) e não sobrar uma molécula sequer para contar história...

Ao transaminarem (doarem nitrogênio) os BCAA se transformam em cetoácidos, assim podem entrar na mitocôndria da célula muscular e gerar energia, impedindo assim que haja uma queda de energia dentro do músculo, que implicaria em catabolismo muscular, que significa quebrar massa muscular para gerar energia...

Mas o que quero deixar bem claro é minha contestação à ridícula sugestão de uso presente nos rótulos, porque 2 cápsulas antes e 2 depois não fazem nem cosquinha, mesmo se for um mega tablete de 1,6g (possível de encontrar à venda mas quase impossível de engolir, visto o tamanho absurdo do "negócio")...

Adianta ficar consumindo BCAA após o treino se o músculo já catabolizou??? Óbvio que não...

A suplementação é para ser feita antes do treino, e com uma dosagem mínima de 5g (o mais comum de encontrar são cápsulas de 800mg, para chegar à 4800mg são necessárias 6 cápsulas, e ainda faltam 200mg para completar 5g).

Eu, por exemplo, utilizo 10g em pó (que daria 13 cápsulas-padrão de 800mg), mas é uma dose adequada para mim...

Então, esqueça essas sugestões ridículas, 2 antes e 2 depois? Só se você pesar no máximo 30kg...

Referência de artigo científico para leitura, caso queiram entender melhor: Aspectos atuais sobre aminoácidos de cadeia ramificada e exercício físico

3 comentários:

  1. Existe uma proporção ideal? Geralmente encontramos algo perto de 2:1:1, essa é a mais "interessante"? Já vi 3:1:2, 4:1:1, 5:1:1 ....

    ResponderExcluir
  2. BOA TARDE!
    ACHO QUE VC TEM QUE PESQUISAR MAIS ARTIGOS CIENTÍFICOS, COMO POR EXEMPLO, HOJE JÁ TEM CAPSULADOS COM 1000 E EM PO COM ATÉ 10:1:1 DE CONCENTRAÇÃO. E OUTRO DETALHE SIM TEM QUE CONSUMIR SIM BCCA APÓS O TREINO TBM, LEMBRANDO QUE ELE AJUDA MUITO NO PÓS TREINO POR REALIZAR A RECONSTRUÇÃO MUSCULAR. ACHO QUE DEVERIA PESQUISAR MAIS SOBRE O ASSUNTO E NÃO SE APEGAR EM APENAS UM ARTIGO.
    FICA A DICA.
    O RESTO OK.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem vou entrar nos detalhes, só entenda uma coisa: tudo que você come de alimentos com mais proteína (ovos, carnes, whey protein) já tem BCAA, quem come esses alimentos numa quantidade adequada jamais fica dependente de suplementação alguma... Abraço e abre sua mente...

      Excluir