terça-feira, 11 de março de 2014

Dia do "lixo" é pra comer "alimentos lixo"??? Batendo novamente nesta tecla


Sinto que preciso esclarecer algo referente à esta polêmica...

Já abordei isso nesta postagem aqui...

"Lixo" na dieta, creio que a maioria entende do que se trata: glúten, lactose, frutose, mel, açúcar de mesa (sacarose), caseína associada com muito Cálcio e pouquíssimo Magnésio, aditivos químicos (acidulantes, corantes, conservantes e por aí afora), há muito mais "coisa ruim", só que não é minha intenção aqui fazer uma revisão bibliográfica de tudo que existe de "lixo alimentar"...

Ter um dia do lixo não significa literalmente comer só o que não presta, purê de batata inglesa preparado com Manteiga tem Alto Índice Glicêmico, com certeza, mas nunca que é um "lixo"!!! Frita na Manteiga ou na Banha também são opções, Índice Glicêmico um pouco mais baixo, já que o Amido não ficou muito tempo sob alta temperatura...

Banana a mesma coisa... Sem falar que pode ser misturada com elementos que diminuam seu Índice Glicêmico, tais como Canela e alguma gordura (óleo de côco, manteiga)...

Sabendo selecionar a combinação de alimentos, a possibilidade é muito alta de não haver prejuízos ao bom andamento de toda a dinâmica do organismo, mesmo consumindo uma boa quantidade dos carboidratos de alto índice glicêmico...


3 comentários:

  1. Luiz, excelente post. Estou seguindo suas orientações e obtido muitos resultados. Há 3 semanas cai na besteira de fazer um dia do lixo contendo todas as porcarias que você mencionou (o tal conto do vigário de fazer uma recarga de carboidratos para suportar a rotina de treinos com pesos). Resultado, fiquei com a garganta inflamada e dermatite por 1 semana. Então decidi: se quero resultados, foda-se dia do lixo. Aqui é 100% dieta e 100% treino.

    ResponderExcluir
  2. Muito bom, se quer resultado precisa avaliar o que comer todos santo dia....eu que o diga.....Abraço

    ResponderExcluir